Páginas

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

INDICAÇÃO 04/2017. APROVADO.



PROPOSIÇÃO PEDE QUE PREFEITURA ESTUDE A POSSIBILIDADE DE CONSTRUÇÃO DE UM SILO PARA ENTREPOSTO DE PÓ CALCÁRIO EM CAMPANHA

ESCRITO POR ANDRÉ LUIZ FERREIRA EM .

Configuração do Tamanho do Texto
  iconeincentivos
A Câmara Municipal aprovou, por unanimidade dos presentes, a Indicação de nº 04/2017, de autoria do Vereador Hamilton Pires de Rezende. A proposição tem como objetivo sugerir ao Prefeito que possa “disponibilizar uma área com um Silo para entreposto de pó calcário, visando atender aos pequenos produtores de nosso município”.

“O nosso município tem produtores de café, citrus, milho, feijão, entre outras culturas e 70% das propriedades são de pequenos produtores, cujo volume de compra de calcário não atinge a carga de um caminhão fechado, mais a despesa com o frete. Com a implantação do Silo na comunidade, os produtores conseguem adquirir o produto em pequena quantidade e não têm o custo com o frete. É sabido que a prática do uso de calcário aumenta em 40% a produtividade de qualquer cultura. Existem empresas do ramo que fornecem máquinas para o entreposto e o produto é fornecido em consignação à Prefeitura. A construção do Silo não requer grandes despesas, podendo ser feito de madeira roliça/eternite e o local deve ser de fácil acesso aos produtores, bastando disponibilizar um funcionário responsável pela entrega do calcário e para conferir o peso nas balanças da cidade. Como se observa, o custo seria mínimo, frente ao serviço que será prestado aos agricultores do município. Tendo em vista o grande benefício, conto com o apoio dos Vereadores e a atenção do Exmo. Senhor Prefeito”, salientou o autor na proposição lida em Plenário.

Votação da Proposição:
Votaram a favor da proposição o autor da proposta, vereador Hamilton Pires de Rezende, bem como os vereadores Nevitom Borges da Costa, Edvaldo Lira da Silva, Carlos César de Castro, Gilson Cezar Prok, João Paulo Baena Alves, Rodrigo José de Carvalho, Paulo Henrique Furtado e a vereadora Lourdes Silva de Souza. Ausente à sessão, o Vereador Guilherme de Souza Serrano. O Presidente da Câmara Leandro Prock Valério, por força regimental não vota, uma vez que não houve empate.

Um comentário:

  1. A intenção me parece ótima, mas creio que tal iniciativa deveria caber ao Sindicato Rural, que é quem representa a classe. Não sei se a prefeitura pode comercializar qualquer produto, por mais que a intenção seja boa.

    ResponderExcluir