Páginas

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

VEJAM SÓ, QUE TIME!

Não há um mísero dia em que não sejamos humilhados e massacrados pelos governantes país afora
asquerososA sorte deles é terem nascido no Brasil
Você é formado, prezado leitor? Ou o seu filho ou cônjuge? Você trabalha como um louco, de sol a sol, pega condução, fica no trânsito, almoça correndo? Beleza, é assim mesmo. Você faz parte do mundo real, o de 90% dos pobres mortais. E seu salário; ultrapassa os R$ 20 mil? Não? Bem feito! Quem mandou não ser o “Gestor de Xerox” da Câmara dos deputados? Bobeou, dançou. O cara lá recebe R$ 23 mil por mês.
E o que dizer do seu lanchinho da manhã ou da tarde? Aquele pão-de-queijo quentinho ou aquele suco de cenoura com laranja? Delícia, né? Se você lanchar diariamente, todos os dias da sua vida, quanto pensa que irá gastar? Pois bem. Saiba que um ministro pretende gastar, apenas em um ano, somente durante seus voos, R$ 200 mil reais em lanche. Haja apetite, né?
Hoje eu estou muito afim de te irritar, sabia? Você paga aluguel ou prestação da sua casa? Beleza. Senta aí! Os desembargadores mineiros receberão R$ 1 BILHÃO em auxílio-moradia retroativos ao período 1994-2000. Vou repetir para que não haja dúvidas: Um bilhão de reais! De novo: R$ 1 Bilhão. Mais uma: R$ 1 BI. Agora chega. Você já entendeu.
Me fala uma coisa: Já deu uma festinha? Batizado, aniversário, casamento, 15 anos? Bacana, né? Sabe aqueles caras gente-finíssimas que nos servem as bebidas e comidas? Sim, os garçons. Então, o TJ do Paraná, terra do juiz Sérgio Moro, pretende gastar R$ 3 milhões com os garçons este ano. Justo, né, não?
Ah, sabem o Fernando Collor? Pois é. Ele possui 81 assessores para ajudá-lo. Sabem quanto o Senado Federal custa por ano? Quase R$ 3 bilhões! Pouco, né? Afinal, são 80 senadores. E trabalham e produzem como poucos no país. Só de despesa no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, foram R$ 5 milhões de reembolso ano passado. O pessoal por lá anda mal de saúde. E detestam um hospital de Brasília também.
Alô, você de Recife!! Seus vereadores, não bastasse o salário de R$ 15 mil mensais, autoconcederam-se mais R$ 3 mil de vale-refeição. Mas fique triste, não. Nós todos gastamos, somente nos últimos três anos, R$ 100 milhões com pensões e benefícios a ex-governadores.
E Temer? Senta aí: R$ 500 milhões para troca de software, R$ 40 milhões em publicidade para divulgar a PEC 241, R$ 24 milhões em despesas com cartão corporativo, em apenas seis meses. Entendem por que não há dinheiro que baste para estes — me desculpem o palavrão — filhos das putas? Entendem por que o país está quebrado e nós, os otários que trabalhamos e pagamos por tudo isso, cada vez mais pobres?
Imaginem tudo isto em cada mísera prefeitura do Brasil. São seis mil, se não me engano. Em cada Estado, em cada Estatal, em cada secretaria ou órgão público. Em cada um dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Uma máquina cruel de moer carne humana trabalhadora.
O aeroporto do Rio, o Galeão, possui dois andares. Cada elevador conta com um ascensorista. Puta que pariu!!! Um cara para apertar ou o botão do térreo ou o do 1º andar. No Detran-MG, ao lado do totem de senha fica uma pessoa para apertar o botão e entregar o recibo com o número. Caramba, eu posso apertar o maldito botão!!
Motorista, copeiro, segurança, secretária, assessor, gasolina, telefone, almoço, lanche, diária de viagem, paletó, cafezinho, plano de saúde, aposentadoria integral, 13º, 14º, 15º, férias normais, férias-prêmio, feriados, ponto facultativo, greves, super salários, loteamento, indicações… A casta que administra e governa o Brasil nos faz a todos de escravos e palhaços e contam com a nossa conivência e passividade para continuarem como estão, do jeito que estão, servindo-se fartamente da população trabalhadora sem servir-lhe de volta.
Pronto. Terminei.
E aí? Te irritei?
Beleza. Era o que eu queria.
Abraço. Bom dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário