Páginas

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

NINGUÉM SABE AINDA COMO FORMAR PROFESSORES INOVADORES.

'Ninguém sabe ainda como formar professores inovadores', diz educadora que trabalhou na Apple e com Obama


Professor com crianças usando iPad  
Thinkstock Professor com crianças usando iPad
Vinda de alguém que já trabalhou nas salas de aula, em uma grande empresa de tecnologia e no governo americano, a resposta de Karen Cator sobre como formar professores mais eficientes para o século é surpreendente: "Acho que ninguém descobriu ainda como fazer".
Segundo ela, os cursos superiores de Educação nos EUA e no Brasil enfrentam problemas semelhantes - mais teoria de ensino do que prática, além de pouca ênfase no uso da tecnologia para melhorar o aprendizado dos alunos. Mesmo que os novos professores já sejam nativos da era da internet.
"Além de conhecer a tecnologia, é preciso saber administrar uma sala de aula, arrebatar os corações e mentes dos alunos e engajá-los na resolução de problemas complexos usando a tecnologia. São habilidades diferentes", afirma.

Um comentário:

  1. Que tal: limitar a tecnologia nas mãos da crianças, dando-lhes mais tempo para ser crianças e desenvolver a sua criatividade. - E se os professores fossem preparados para tratarem seus educandos com mais urbanidade além é claro, de dominarem bem seus conhecimentos. - Desde o maternal até a universidade todos deveriam ser contratados durante muitos anos, até que se criasse uma cultura de interesse pelo que faz. Quase todos que adquirem estabilidade de emprego se acomodam, poque sabem que não podem ser demitidos.A italiana Maria Montessori há mais de 100 anos já defendia uma educação tipo a que é defendida hoje por José Pacheco, onde os alunos aprendem a ter conhecimento e autonomia com responsabilidade.

    ResponderExcluir